(11) 97338-5634 [email protected]
Planejamento digital: como aumentar as vendas no seu site

Planejamento digital: como aumentar as vendas no seu site

Como o título dos seus artigos, anúncios, postagens, e-mails e vídeos podem contribuir para o marketing de conteúdo da sua empresa

O que faz um título ser mais interessante? O que leva o leitor a clicar em um título e não em outro, em uma página de buscas?

Você sabia que seus títulos fazem – ou deveriam fazer – parte das suas estratégias de marketing digital?

O título de um artigo pode ser o primeiro contato do público com uma determinada marca. Isso significa que, se você não se dedicar ao título pode acabar nem ao menos chegando perto do seu público-alvo. Dificilmente alguém prestará atenção no seu conteúdo e, consequentemente, no seu negócio, com um título ruim.

A primeira coisa que se deve pensar ao escolher um título é: o que está sendo prometido naquela frase se cumprirá dentro do link? Caso contrário, você poderá até “pescar” alguns leitores, mas dificilmente eles ficarão ali tempo o suficiente para conhecer o seu negócio. Para definir o título de um conteúdo no seu site pense o que você está oferecendo ao leitor. O foco é sempre o cliente.

Por exemplo, se você for ensinar a correr mais rápido, seja simples: “Como correr mais rápido”. Já se a ideia é enumerar opções de decoração para quarto de bebês, diga “20 opções de decoração para quarto de bebê”. Listas funcionam bem, você pode usar sempre a mesma fórmula: (NÚMERO) + (o que você vai oferecer ao seu leitor – podem ser opções, segredos, erros, razões, etc). Quando houver necessidade de chamar atenção, use palavras de alerta como: agora, perigo, sucesso, inédito.

Títulos nas redes sociais

Quando for elaborar campanhas de marketing de conteúdo para mídias sociais, lembre-se que é muito importante desenvolver mais de um tipo de anúncio para comparar qual deu mais resultados. O mesmo se aplica ao título destes anúncios. Eles precisam ser diferentes, só assim você conseguirá avaliar qual o tipo de título chama atenção dos seus potenciais clientes.

Por exemplo, se você usar o título “Como organizar o seu guarda-roupas” em uma postagem, experimente “10 dicas para organizar o seu guarda-roupas com facilidade” em outra. Chamar atenção do leitor nas redes sociais também pode dar certo. Use palavras como PARE, AGORA, SÓ HOJE em caixa alta.

Títulos no e-mail marketing

Ao enviar um e-mail, pense na linha “assunto” como uma pequena manchete. O assunto do seu e-mail tem todas as propriedades de um título. Ele é o primeiro ponto de contato entre destinatário e o conteúdo do seu e-mail e precisa ser interessante o bastante para levar a pessoa a clicar e consumir aquela informação.

Numa campanha de e-mail marketing, o assunto/título é ainda mais importante, pois precisa atingir o público de determinado segmento. Não adianta incluir o e-mail no seus planos de marketing de conteúdo se ele ficar esquecido nas caixas de entrada dos destinatários. Leve tudo isso em conta antes de elaborar o seu e-mail.

Títulos  nos vídeos

Talvez, você não dê muita importância aos títulos dos seus vídeos, mas saiba que, se esse for o caso, você está perdendo a grande chance de aumentar significativamente as suas visualizações. Isso acontece com frequência, porque na maioria das vezes os consultores de marketing de conteúdo estão mais envolvidos em criar o vídeo. Mas, em uma plataforma com milhões de vídeos, você precisa se destacar na multidão. Um título forte pode ajudar um vídeo fraco a ganhar visualizações. Da mesma forma, um título fraco pode “derrubar” um bom vídeo.

Experimente usar um título que provoque no leitor a vontade de assistir. Você precisa dizer ao espectador como aquilo vai ajudá-lo a solucionar algo. Só assim ele poderá decidir se vale ou não a pena assistir.

Títulos na Landing Page

Se existe um lugar em que uma manchete/título sólido é absolutamente crucial é em uma página de conversão. Não deixe essa oportunidade de lado. Essa é a sua chance de aumentar não só o tráfego para o seu site, mas também a conversão na sua loja virtual. Além disso, com um bom título em uma landing page será mais fácil capturar pessoas interessadas no seu conteúdo e nos produtos/serviços. Uma boa ideia é usar a autoridade da marca ou produto para chamar a atenção do cliente em potencial. Ressalte o que o seu negócio tem de melhor e potencialize suas estratégias de marketing de conteúdo nas páginas de captura.

Precisa de ajuda com o conteúdo da sua empresa na internet? A Guia-se tem consultores treinados para atuar em marketing de conteúdo. Fale conosco.

Vender na crise: 5 dicas para investir em um negócio digital

Vender na crise: 5 dicas para investir em um negócio digital

Ser empreendedor com foco no digital pode ser a solução para quem quer expandir o próprio negócio e ainda vender na crise

A crise econômica que o Brasil enfrenta fez muitos futuros empreendedores abrirem mão do sonho do negócio próprio. Outros deixaram de investir na própria empresa e adiaram os planos expansão. Mas isso é um erro quando se deseja migrar ou ampliar os negócios para o ambiente digital. Na internet, é possível vender bem mesmo na crise. Ser você pretende transformar o seu comércio em uma loja virtual, basta saber aproveitar as oportunidades, pois são nos momentos mais turbulentos que surgem nichos de mercado que não seriam possíveis em cenários de estabilidade econômica.

Inicialmente, o empreendedor se sentirá remando contra a maré e pode até pensar em desistir na primeira dificuldade. Por isso, é importante tomar algumas decisões e analisar tudo com calma e responsabilidade. Para que esse processo seja mais claro para o futuro empreendedor digital, a Guia-se Negócios pela Internet enumerou cinco dicas valiosas para quem quer embarcar no mundo virtual e garantir um negócio capaz de vender na crise.

Fique atento as oportunidades e conheça o mercado

Quem está disposto a expandir seu negócio físico para o meio digital, mesmo em tempos estáveis, precisa de perseverança e boa vontade. Na crise, isso deve ser multiplicado e acrescido de paciência e resiliência. Nem tudo sairá como o planejado, mas não é por isso que você está livre de fazer um bom planejamento. Prepare-se para trabalhar muito e até sentir vontade de desistir.

Quando você elabora um bom plano de negócio as chances de fracasso são menores porque há menos riscos. Conheça a fundo o mercado escolhido e o seu público-alvo. Não esqueça de pesquisar como a sua concorrência vende na internet e os costumes do ambiente no qual o negócio será inserido. Mesmo lojas digitais, que podem vender para o mundo todo, devem aproveitar as peculiaridades de uma determinada região. Lembre-se de estar preparado para o pior. Faça reservas, minimize os gastos, cresça com segurança.

Seja realista, mas não tenha medo

Você já deve imaginar que em tempos de crise problemas surgiram e serão mais frequentes do que você deseja. Isso é fato e não deveria surpreendê-lo. Se você está apostando em migrar o seu negócio para o digital porque imagina que tudo será perfeito, não é bem por aí. Entretanto, ser realista não pode ser confundido com ser pessimista. Se o caos na economia brasileira não é novidade para você, o que o impede de pensar possibilidades reais para o seu negócio?

Não tenha medo de olhar o mercado de frente. Encarre-o como uma desafio e encontre as brechas. O problema de alguém pode ser a solução do seu negócio, basta que você tenha como solucionar aquele problema. Pense quais são as necessidades do mercado em que a sua empresa está inserida para planejar suas estratégias virtuais. Não adianta entrar em um negócio na crise pensando nos resultados do períodos de estabilidade econômica. Novos problemas, novas necessidades.

Comece com o que você tem

Você pode até confiar nas previsões dos especialistas em economia e mercado, mas você não terá a certeza de quando essa crise vai passar. Por tanto, ao invés de esperar o momento ideal, torne o presente no melhor momento para investir em um negócio digital e expandir a sua marca para o ambiente virtual. Quando você acredita que é capaz de vender na crise, você já tem meio caminho andado.

Atualmente, o conceito de Lean Startups está muito difundido. São empresas com estrutura enxuta e lançamento rápido de produtos. Essa pode ser a solução para quem quer transformar um negócio tradicional em uma empresa virtual. É mais seguro evitar dívidas e começar com pouco na crise. A internet é dinâmica e enquanto você espera pelo momento ideal outra pessoa está aproveitando as oportunidades. Uma expansão é sempre arriscada, por isso a ideia é crescer com responsabilidade.

Faça o que ninguém faz

As grandes empresas não tem o costume de inovar em tempos de crise. Essa pode ser a sua oportunidade para fazer o que outras empresas e concorrentes não fazem. Uma loja virtual precisa ser inovadora. Aproveite o ambiente digital para criar conteúdo sobre o seus segmento para o seu público, faça vídeos com tutoriais, estabeleça uma “relação” com a sua clientela. Com menos dinheiro para gastar, o consumidor não quer mais do mesmo. Procure lacunas, problemas não resolvidos ou um público segmentado e bem específico. A crise pode ser a chance que você esperava para consolidar o seu empreendimento digital e garantir a sua marca de sucesso.

Não esqueça da divulgação

Se você apostou em um negócio digital, vai precisar ter presença on-line. Procure uma boa consultoria de marketing digital e elabore a estratégia mais adequada para a sua empresa, porque na internet você precisa ser visto. Para enfrentar tempos difíceis e vender na crise, escolha pessoas criativas, pro-ativas e leais para estar ao seu lado. Só com o melhor desempenho sua marca vai se destacar no meio digital.

A internet dá infinitas possibilidades que vão desde links patrocinados em buscadores e redes sociais até o marketing de conteúdo que é capaz de conquistar novos clientes. A Guia-se é especialista em marketing digital para negócios digitais. Nossos consultores podem ajudá-lo a desenvolver a sua loja virtual e a melhor estratégia de marketing digital. Fale com a gente.

Marketing de Conteúdo: aumente a conversão com títulos matadores

Marketing de Conteúdo: aumente a conversão com títulos matadores

O que faz um título ser mais interessante? O que leva o leitor a clicar em um título e não em outro, em uma página de buscas?

Você sabia que seus títulos fazem – ou deveriam fazer – parte das suas estratégias de marketing digital?

O título de um artigo pode ser o primeiro contato do público com uma determinada marca. Isso significa que, se você não se dedicar ao título pode acabar nem ao menos chegando perto do seu público-alvo. Dificilmente alguém prestará atenção no seu conteúdo e, consequentemente, no seu negócio, com um título ruim.

A primeira coisa que se deve pensar ao escolher um título é: o que está sendo prometido naquela frase se cumprirá dentro do link? Caso contrário, você poderá até “pescar” alguns leitores, mas dificilmente eles ficarão ali tempo o suficiente para conhecer o seu negócio. Para definir o título de um conteúdo no seu site pense o que você está oferecendo ao leitor. O foco é sempre o cliente.

Por exemplo, se você for ensinar a correr mais rápido, seja simples: “Como correr mais rápido”. Já se a ideia é enumerar opções de decoração para quarto de bebês, diga “20 opções de decoração para quarto de bebê”. Listas funcionam bem, você pode usar sempre a mesma fórmula: (NÚMERO) + (o que você vai oferecer ao seu leitor – podem ser opções, segredos, erros, razões, etc). Quando houver necessidade de chamar atenção, use palavras de alerta como: agora, perigo, sucesso, inédito.

Títulos nas redes sociais

Quando for elaborar campanhas de marketing de conteúdo para mídias sociais, lembre-se que é muito importante desenvolver mais de um tipo de anúncio para comparar qual deu mais resultados. O mesmo se aplica ao título destes anúncios. Eles precisam ser diferentes, só assim você conseguirá avaliar qual o tipo de título chama atenção dos seus potenciais clientes.

Por exemplo, se você usar o título “Como organizar o seu guarda-roupas” em uma postagem, experimente “10 dicas para organizar o seu guarda-roupas com facilidade” em outra. Chamar atenção do leitor nas redes sociais também pode dar certo. Use palavras como PARE, AGORA, SÓ HOJE em caixa alta.

Títulos no e-mail marketing

Ao enviar um e-mail, pense na linha “assunto” como uma pequena manchete. O assunto do seu e-mail tem todas as propriedades de um título. Ele é o primeiro ponto de contato entre destinatário e o conteúdo do seu e-mail e precisa ser interessante o bastante para levar a pessoa a clicar e consumir aquela informação.

Numa campanha de e-mail marketing, o assunto/título é ainda mais importante, pois precisa atingir o público de determinado segmento. Não adianta incluir o e-mail no seus planos de marketing de conteúdo se ele ficar esquecido nas caixas de entrada dos destinatários. Leve tudo isso em conta antes de elaborar o seu e-mail.

Títulos  nos vídeos

Talvez, você não dê muita importância aos títulos dos seus vídeos, mas saiba que, se esse for o caso, você está perdendo a grande chance de aumentar significativamente as suas visualizações. Isso acontece com frequência, porque na maioria das vezes os consultores de marketing de conteúdo estão mais envolvidos em criar o vídeo. Mas, em uma plataforma com milhões de vídeos, você precisa se destacar na multidão. Um título forte pode ajudar um vídeo fraco a ganhar visualizações. Da mesma forma, um título fraco pode “derrubar” um bom vídeo.

Experimente usar um título que provoque no leitor a vontade de assistir. Você precisa dizer ao espectador como aquilo vai ajudá-lo a solucionar algo. Só assim ele poderá decidir se vale ou não a pena assistir.

Títulos na Landing Page

Se existe um lugar em que uma manchete/título sólido é absolutamente crucial é em uma página de conversão. Não deixe essa oportunidade de lado. Essa é a sua chance de aumentar não só o tráfego para o seu site, mas também a conversão na sua loja virtual. Além disso, com um bom título em uma landing page será mais fácil capturar pessoas interessadas no seu conteúdo e nos produtos/serviços. Uma boa ideia é usar a autoridade da marca ou produto para chamar a atenção do cliente em potencial. Ressalte o que o seu negócio tem de melhor e potencialize suas estratégias de marketing de conteúdo nas páginas de captura.

Precisa de ajuda com o conteúdo da sua empresa na internet? A Guia-se tem consultores treinados para atuar em marketing de conteúdo. Fale conosco.